RMC: Conheça a programação completa do Rio Music Conference 2015 Programação, rio music conference, rmc

RMC: Conheça a programação completa do Rio Music Conference 2015

Não é só o samba que movimenta o Rio de Janeiro em fevereiro. A sétima edição do Rio Music Conference (RMC) – maior encontro de música eletrônica e entretenimento da América do Sul – acontecerá de 4 a 17/2. Ao longo desses 14 dias, o evento reunirá na cidade inúmeros artistas, produtores, jornalistas, empresários, além de personalidades influentes da cena eletrônica e da indústria criativa nacional e internacional. O RMC é dividido em duas etapas: uma voltada ao negócio e estímulo ao desenvolvimento do mercado, que engloba as programações da conferência, e o Club Week. E a segunda, durante todo o carnaval, totalmente destinada ao entretenimento com o festival de encerramento, agora batizado de “Rio Music Carnival”.

A conferência com palestras, workshops e speed coaching será no Hotel Pestana Rio Atlântica, de 4 a 6 de fevereiro. Onde também serão conhecidos os vencedores do IV Prêmio RMC e lançamento do Anuário de Mercado 2015. Em 2015, o RMC dedica o prêmio de homenageado do ano ao músico brasileiro Lincoln Olivetti, falecido no último dia 13 de janeiro aos 60 anos de idade. Conhecido como “o feiticeiro dos estúdios”, o mago do pop, instrumentista, arranjador, compositor e produtor musical, assinou alguns dos mais impressionantes arranjos da história da música brasileira para artistas como Gal Costa, Gilberto Gil, Tim Maia, Jorge Ben, Rita Lee, Roberto Carlos, Caetano Veloso, Maria Bethânia, Lulu Santos, entre outros. Mary Olivetti, DJ, e filha do artista, o representará no evento, que trará uma de suas salas da conferência batizada com o nome dele.

Um dos principais temas abordados será a questão da distribuição dos direitos autorais da música eletrônica no mundo, que começa a ser repensada a partir da chegada no mercado de aparelhos que permitem a identificação das faixas que foram tocadas. O Club Week oferecerá uma programação especial em todos os dias do evento, por meio de uma parceria do RMC com estabelecimentos locais, agitando ainda mais a vida noturna da cidade. Já o tradicional festival de encerramento, que neste ano ganha uma marca própria e passa a se chamar Rio Music Carnival, contará com apresentações, na área externa da Marina da Glória, de alguns dos principais DJs nacionais e internacionais da cultura eletrônica, entre eles, Tiësto, Alesso e o duo Dimitri Vegas & Like Mike.

A estimativa é de que 120 mil pessoas participem do evento, que inclui a conferência, cerca de 300 festas no Club Week, e o Rio Music Carnival. “O RMC funciona como um espaço para a troca de informações e experiências dos envolvidos nos setores da música e do entretenimento ao vivo, além de estimular novos negócios e o networking, como forma de impulsionar ainda mais o meio da música eletrônica no Brasil”, explica Claudio da Rocha Miranda Filho, fundador e diretor executivo do RMC.

CONFERÊNCIA

A conferência, que ocorrerá nos três primeiros dias do evento (4, 5 e 6 de fevereiro), receberá mais de 240 palestrantes nacionais e internacionais,  – vindos de países como Estados Unidos, Holanda, Inglaterra, Índia, Chile, Espanha, México, Portugal, Alemanha, França e Canadá -, para debaterem os rumos e oportunidades do setor de entretenimento ao vivo em workshops, paineis e encontros de negócios. Um dos destaques será o painel “Get Played/Get Paid”, com a presença da Superintendente do ECAD, Gloria Braga, e do Deputado Federal, Otavio Leite, onde será colocado em discussão se aparelhos como o KUVO, da marca Pioneer, e o DJ Monitor, que reconhecem músicas em boates e festivais, impactando diretamente na cobrança de direitos autorais, podem mudar o cenário atual onde poucos recebem a verba proveniente da execução de suas tracks, visto que a música eletrônica anda é renegada pelos principais órgãos coletores

A AFEM (Association For Electronic Music) estima que os artistas e produtores da música eletrônica deixam de ganhar 160 milhões de euros por ano em diretos autorais. Por isso, a associação começou uma campanha “Get Played, Get Paid”, que busca direcionar os royalties de performance para compositores e produtores mediante a racionalização dos métodos usados por organizações de direitos para controlar as músicas tocadas em boates. A criação do KUVO é uma maneira de começar a colocar a ideia em prática, isso porque, o aparelho é conectado a uma mixer e rastreia a música tocada no club em tempo real, através de uma tecnologia baseada em “nuvem” (cloud).

Organização sem fins lucrativos, a AFEM foi criada para representar os interesses comuns das companhias e dos indivíduos que trabalham no mercado da música eletrônica, da qual Claudio, diretor do RMC, é o único brasileiro a fazer parte do board. Os co-fundadores Ben Turner e Kurosh Nasseri, assim como o CEO Mark Lawrence, estarão no RMC. Além do painel dos direitos autorais, eles também participarão de outro debate para falar sobre como avaliam o progresso da AFEM nos últimos anos e os planos de expansão da associação na América Latina.

Com o boom de grandes eventos desembarcando no Brasil, como, por exemplo, o Tomorrowland, o RMC terá um encontro dedicado ao tema. Entre os debatedores estarão Jose de la Barra (Lollapalooza Chile) e Martin Gontad (Creamfields Argentina). Em outro momento da conferência, Richard Zijlma, diretor geral do ADE (Amsterdam Dance Event) – maior encontro do segmento em todo o mundo – vai falar sobre como o avanço da EDM (Eletronic Dance Music) impactou o ADE.

Em outros momentos, Sandra Jimenez, gerente de parcerias do YouTube Brasil, falará sobre como utilizar o site para a divulgação de um trabalho. Enquanto, Nikhil Shah, cofundador do Mixcloud, serviço de streaming de música online, que abriga programas de rádio, mixagens de DJ e podcasts, mostrará como tirar o máximo proveito do Mixcloud, usando o serviço como uma ferramenta de marketing.

Os workshops trarão dicas para impulsionar a carreira no setor da música. A “Track Colaborativa”, como é denominada, será ministrada por randes nomes da EDM nacional, entre eles Johnny Glovez (RMC Brasil), FTampa (Spinnin’ Records), Repow e Bernn (Plus Talent).

Além de palestras e workshops, também marcará a programação da conferência o speed coaching, no qual os participantes terão um tempo de atendimento individual com especialistas de diversas áreas, que lhes darão dicas e orientações específicas dirigidas às necessidades e projetos de cada um.

Outras presenças garantidas são Nick DeCosemo, editor da revista Mixmag; Peter Hook, ex-baixista do Joy Division e New Order e Craig Pettigrew, co-fundador do BPM Festival. Entre os convidados nacionais, Gui Boratto, produtor; Renato Ratier, dono dos clubes D-EDGE e Warung; os DJs Alok, FTAMPA e Vintage Culture e os jornalistas Camilo Rocha, Claudia Assef e Sarah Kern.

Nos dias da conferência, o Rooftop do Hotel Pestana oferece uma programação especial com os convidados do RMC 2015. Peter Hook, Gui Boratto, Renato Ratier, entre outros, comandam sets local.

CLUB WEEK

Os participantes inscritos na conferência recebem uma pulseira que dá direito à 2ª edição do Club Week Rio, na qual mais de 30 casas noturnas da cidade oferecerão descontos e vantagens em sua programação aos participantes do RMC, no período de 4 a 17 de fevereiro. Serão mais de 400 festas parceiras.

Essa foi uma maneira de transformar os clubes cariocas em coanfitriões do maior encontro de música eletrônica do país. Além de ser uma forma de difundir a cultura da diversão e da música no Rio de Janeiro.

djban-emc-rmc-programacao-completadjban-emc-rmc-programacao-completa02djban-emc-rmc-programacao-completa03

 

OBS: Quem não garantiu inscrição antecipada, pode se inscrever na hora, no Hotel Pestana Rio Atlantica a partir das 12h de quarta-feira (04/03). Valor: R$120,00.

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meu Carrinho

Siga-nos


Assine nossa newsletter

E fique por dentro de nossas novidades e promoções

Formas de Pagamento
Formas de Pagamento