HomeMúsicaA Apple é referencia? Sim! Veja o exemplo sobre “importação”!

A Apple é referencia? Sim! Veja o exemplo sobre “importação”!

Inúmeros exemplos poderiam ser citados, mas esses são tops, como a própria Apple, que dispensa comentários. O que não podemos dispensar também são os comentários do seu criador, Steve Jobs, acerca do convite para abrir uma Apple Store no Rio de Janeiro. Qual foi a resposta ? IMPOSTOS! Se for surpresa para você, então por favor, queira ser tudo, menos DJ. Queira comprar tudo, menos produtos importados. Ou procure entender as diferenças para depois jogar pedras nas lojas legais que prestam esse tipo de serviço a você aqui no Brasil.

Steve Jobs, que tal abrir uma loja da Apple por aqui ? Brasil, caipirinha, bunda, samba…!

“Não podemos nem exportar os nossos produtos com a política maluca de taxação superalta do Brasil. Isso faz com que seja muito pouco atraente investir no país.” Ele teria dito ainda que “muitas companhias high-tech se sentem assim também”.

A informação consta na coluna “Gente Boa”, do jornal “O Globo”, deste sábado. A assessoria da Apple no Brasil disse que ainda não pode confirmar a informação.

Mas precisa confirmar ? Mesmo se não foi ele, o fato é consistente. No mais, vamos ao segundo ponto, ação que começaram a fazer no próprio site da Apple/br e achei muito válida, indicado pelo meu amigo DJ Serdan!

Vamos usar como exemplos os iPod Nano a venda no site acima. Você tem o valor final do produto e a informação do valor de impostos e taxas. Um produto vendido a R$ 549,00 em 12 x sem juros tem R$ 197,00 de taxa e imposto! Está bom ou quer mais ? Quase um terço do valor é disso…

Agora pega o valor do mesmo produto vendido nos EUA. $ 149, precisa nem explicar né…

São exemplos de iPod hein, que vendem que nem água… Aí ouvimos de muitas pessoas “tá caro” produtos DJ no Brasil. Sim, e são, mas a culpa é da nossa política de importação, não das lojas. Depois tem funcionário, aluguel, marketing, telefone, água, luz, internet, etc.

Quanto custaria uma loja dessa na Av. Paulista ? Para Apple concorrer com o mercado negro…

A Apple não liga para o Brasil ? Claro que liga! Se em melhores condições ou ao menos favoráveis, não abririam lojas pelo Brasil todo ? Claro que sim! Então veja bem. Se uma Apple tem essa postura, sendo do tamanho que é, quem dera pequenas, médias ou grandes distribuidoras locais, que se sujeitam as maiores “burrocracias” existentes no país do Futebol em oitavo lugar na Copa e na posição de número 85 na educação! Imaginem então as lojas… O pior de tudo são pessoas que comparam ilegais com legais com a maior naturalidade… Que legal!

Bem vindo ao clube, de novo!

Mais um artigo sobre importação, bem explicado acerca dos valores, taxas, etc. Abraço e vamos trabalhar!

Facebook Comments

Por:

DJ profissional desde 1989, radialista e locutor, é fundador e diretor da DJ Ban - Electronic Music Center.

  • Apesar de não achar o titulo de acordo com a matéria. O post foi muito bom.

    Veja o que a redução do IPI provocou? Uma onda de compras.
    Se os impostos fossem menores para equipamentos tecnológicos, até sua internet seria melhor.
    provedores alegam que os equipamentos é carissimos. Apesar de hoje temos menos impostos nos computadores (desktops basicos) o que ajudou produções nacionais e entrada de modelos de qualidade internacional como a HP e Dell, ainda não é suficiente. Quem não gostaria de Tocar com uma xone 4d e 2 Ipads? Esse kit custaria no minimo 10.000 contos. Equanto isso viva as BCD’s, VMX200 e CDJ200.

    Um pais que considera um jogo de video game, jogo de azar. Ou seja Impostos elevadissimos é F*.

  • É, mas é bom esclarecer que essa coisa de impostos é só metade da equação. A outra metade é que a Apple é uma empresa que pratica uma das maiores margens de lucro da indústria de tecnologia. Para colocar produtos no Brasil a preços “competitivos”, baixar impostos é preciso, mas o que a Apple não quer é abrir mão das margens de lucro. Se mesmo nos EUA os produtos da empresa já carregam preços salgados, mais pela grife do que pela qualidade, se colocassem os produtos aqui mantendo as margens, eles seriam inacessíveis até mesmo para quem se julga em condições de comprá-los. Afinal, por que alguém compraria um produto Apple caro aqui, se tem condições de ir a NY, ou Miami, e comprá-lo mais barato lá?

  • Pois é Padrinho, é foda… doentes por Apple, como eu, sofrem com essa realidade… Um absurdo, uma ofensa aos moradores dessa “Pátria Amada Brasil”….
    Vontade de arrumar as malas e sair daqui!
    Sorte dos ricos…
    Beijos