HomeNotíciasAlesso explica a falta de emoção na EDM

Alesso explica a falta de emoção na EDM

Em uma entrevista à Bilboard, o produtor Alesso descreveu a cena eletrônica “com falta de emoções reais, às vezes” e ele não poderia estar tão certo. Enquanto grandes músicas emotivas ainda existem, ela é mixada com qualquer coisa bem genérica que se tornou muito prevalente nos últimos anos. Pode ser fácil se perder nos sons gerados pelo computador, mas usá-los para gerar emoções nas pessoas é uma arte totalmente diferente.

“Honestamente, sou uma pessoa muito emocional. Às vezes é isso o que está faltando no cenário eletrônico – as emoções reais. Eu tenho um som eufórico, por isso quando você combina esse som com uma mensagem emocional, ele agrada as pessoas.”

O assunto surgiu quando Alesso estava falando sobre suas inspirações por detrás da sua track “Heroes”, que é uma colaboração feita com seu conterrâneo, o produtor sueco Tove Lo. Quando perguntado sobre o pensamento emocional de “Heroes”, Alesso disse porque sua track se destaca:

Você concorda com ele? Será que está faltando emoção real na música eletrônica? Dê sua opinião!

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/164138555″ params=”auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”450″ iframe=”true” /]

Facebook Comments

Por:

Camila Giamelaro é formada em publicidade, criou o blog Caixa Direita, colaborou com sites e revistas como House Mag, Phouse, Psicodelia.org e DJ Music, foi Coordenadora de Mídias Sociais e editora do blog da DJ Ban Hoje atua como professora de Imagem e Comunicação para Artistas na DJ Ban e está a frente da agência GIG, uma agência dedicada ao mercado de música eletrônica que trabalhou com clientes como Pioneer DJ, Warung Tour São Paulo, D-Nox, Boris Brejcha, entre outros. Também é DJ e produtora musical da dupla Binaryh.