2º Mês da Música Eletrônica: 3 Dicas de filmes sobre Música Eletrônica filmes, Groove – A Festa Rave, música eletrônica, Ritmo Acelerado

2º Mês da Música Eletrônica: 3 Dicas de filmes sobre Música Eletrônica

Com a valorização explosiva da imagem dos djs, alguns cineastas passaram a valorizar o tema que está diretamente ligado a música eletrônica e deram um start na produção de filmes relevantes. Alguns longas obtiveram um ótimo resultado de público, na maioria formado por apaixonados pelo gênero musical, outro leque são os próprios cinéfilos, que passaram a entender um pouco mais sobre a cena eletrônica através das telonas.

Um fato interessante é que alguns filmes são protagonizados por artistas que são djs na vida real.

O longa “Groove – A Festa Rave” foi um dos primeiros a abordar a música eletrônica. O longa  do escritor e diretor Greg Harrison foi apresentado pela primeira vez em 2000, no Festival de Sundance e marcou toda uma época, quase que de  inicio da cena rave nos Estados Unidos. São Francisco foi a cidade escolhida devido sua tradição histórica e por ser o epicentro de várias subculturas na época. A cidade também foi a meca da música techno (apesar que o som de John Digweed que participa do filme é puro trance, rs). Tantas mudanças já aconteceram no cenário mundial que hoje o filme parece um tanto engraçado, mas vale a pena conferir:

Um dos filmes mais comentados do gênero é “Ritmo Acelerado” ou “It’s All Gone Pete Tong” de 2004). O longa mostra a vida trágica do lendário Frankie Wilde. Um dos melhores djs de sua época e o mais requisitado em Ibiza. Seus excessos acabaram trazendo muitos problemas a ele. A música alta somada ao álcool e as drogas causaram a Frank um distúrbio auditivo, fazendo com que o personagem interpretado por Paul Kaye ficasse literalmente surdo. O filme é um exemplo de luta, garra e vitória de um artista que se transformou em uma lenda. Apesar dos depoimentos reais de famosos como Carl Cox, Tiesto e Pete Tong, Frank Wild foi apenas um personagem criado pelo diretor e roteirista Michael Dowse sob adjunto da criatividade pervertida de Pete Tong. Execelênte para quem gosta emoções fortes:

Estrelado pelo dj e produtor Paul Kalkbrenner, “Berlin Calling”, (Berlin 2008) traz um roteiro que consegue abordar vários assuntos dentro da cena berlinense. O foco principal é a carreira de um artista de grande destaque que divide sua carreira entre as pistas dos clubs e algumas das melhores festas open air da Alemanhã. Martin Karow ou DJ Ickarus está gravando o seu novo album, quando sofre uma crise de esquizofrenia causada pelo uso de ketamina combinada a outras drogas. O artista do main stream teve que ser internado as pressas em uma clinica de reabilitação em um periodo crucial para sua carreira. Seu vicío lhe causa muitos danos, alguns deles irreparáveis. A atuação de Kalkbrenner – que estará em turnê pelo Brasil em novembro é simplismente magnifica. Taí o trailler oficial:

Via: Blog do Club Garage

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meu Carrinho

Siga-nos


Assine nossa newsletter

E fique por dentro de nossas novidades e promoções

Formas de Pagamento
Formas de Pagamento