Contatos: (11) 3142-9676 / 3257-8717 / WhatsApp: (11) 97485-5700 - Seg. à Sex. das 09h00 às 22h00 e Sáb. das 09h00 às 18h00.

Serato vs Traktor Scratch, a lenda…

Não é de hoje que temos essa pergunta como a TOP ONE, e nossa resposta (ao menos a minha) sempre foi a mesma. E dia após dias, isso é provado na prática pelos Tops do mundo todo e anônimos, aspirantes, DJs de quarto ou amantes da música. Traktor Scratch Pro é mais “cheio”, mais flexível e mais abrangente. Serato é o “arroz com feijão” que funciona. Em 2007, nosso grande parceiro e DJ Dudu Pontes do Submusica já escrevia sobre esses simuladores, que de certo modo tomariam conta do mercado. Só a Pioneer não entrou nessa e pelo que se vê, sempre farão com que isso acabe. Veja o post aqui. E claro, já se passaram anos onde uns simuladores ficaram na mesmice, outros pararam no tempo e outros melhoraram. 3 anos se passaram e a pergunta ainda paira no ar, tanto que ainda se vê testes por aí. Um bem legal e atual foi feito com um dos Tops! Nada mais, nada menos que o DJ Qbert (e se você nunca ouviu falar, sugiro que dê uma passada no YouTube por exemplo). Sim, caras como esses que necessitam de mais precisão e menos latência podem falar mais e melhor para DJs “acertadores de batidas”… E o vídeo da “batalha” você vê abaixo.

Antes, vamos “novamente” colocar uns pontos nos “is” sobre o TRAKTOR…

1- Traktor “software” é como dito, um software e tem vários modelos, dos de graça aos mais caros do mercado;
2- Traktor Scratch Pro NÃO tem nada a ver com Final Scratch. São produtos diferentes;
3- Audio 4 DJ e Audio 8 DJ são placas de áudio 24bit/96Khz e por isso TAMBÉM são vendidas separadamente; Isso quer dizer que a placa é a placa e não vem com software completo do Traktor (apenas demo), cabos, time code (do kit!)
Audio 4 DJ tem duas entradas e duas saídas stéreo (ou 4 mono) enquanto a Audio 8 DJ tem o dobro e é midi.

4- O kit do Traktor Scratch PRO ou DUO vem tudo o que necessita, inclusive a placa (4 no TS DUO e 8 no TS PRO);
5- Sim, é muito enrolado para instalar. É desanimador para qualquer usuário aguardar, aguardar e aguardar… No entanto se você compra de revenda autorizada, é só usufruir do suporte técnico gratuito por UM ano.

Pontos nos “is” também sobre o que é necessário para um simulador desse funcionar:

– Interface com no mínimo DUAS ENTRADAS e DUAS SAÍDAS (stéreo) para que o sinal entre e saia;
– Dois Time Code CD ou Vinyl;
– Software (que aceite a interface que você escolheu);
– Cabo USB (se a placa for USB);
– Cabo RCA para as conexões (mínimo de dois);
– Computador;
– Dois Toca Discos ou Dois CDJ.

na imagem estão sendo utilizados multi-cabos, mas podem ser rcas tranquilamente

Ligue sua fonte de áudio na entrada da interface canais UM e DOIS, ligue dois cabos RCA sendo um na saída UM e outro na DOIS. A outra ponta desses deverá ser ligado nos LINE-IN do Mixer UM e DOIS. Ligue o cabo USB na interface e claro, conecte ao seu computador. Abra o software e divirta-se! Para quem não sabe o que é, esses simuladores nos dão a possibilidade em tocar as músicas do computador mas controlando-as via toca discos ou cd players através de uma interface e time code.

Se comprar o KIT do TRAKTOR o multi-cabo vem junto. Você liga a fonte de áudio na entrada do multi-cabo e usa o mixer (line/phono ou line/line) para mudar entre time code ou disco/cd normal. Ao utilizar somente os RCAs no TRAKTOR, utilizará somente um cabo no mixer (line) mas poderá ainda sim tocar discos ou cds normais através do botão A ou B “audio through” . O Serato vem com RCAs normais e para tocar vinyl ou cd normal basta mudar a chave do mixer (line/phono ou line/line).

Agora sim, podemos começar. Vamos aos lançamentos desses dois produtos e suas atualizações ou mudanças, etc.

Após a “separação” da NATIVE INSTRUMENTS com a Stanton (Final Scratch), nasceu o TRAKTOR SCRATCH. Como o software já era conhecido, e haviam muitas versões, o cliente necessitava comprar outras versões do software para ter por exemplo os 4 decks (ação que pode ser feita já que a placa audio 8 possibilita). Os bugs do finado FINAL SCRATCH já não existiam mais e outras ações nasceram com o TRAKTOR SCRATCH: USB 2.0 / Multicabo / Placa de áudio 24bit/96Khz com MIDI / Toca e grava ao mesmo tempo / Efeitos, etc. O grande problema na minha opinião foi ter colocado o nome que lembrava o produto anterior…

Em meados de 2007 foi lançado o novo Kit da Native Instruments, TRAKTOR SCRATCH PRO, com as mesmas funções do seu anterior mas como novo layout, 4 decks, mais efeitos, bem mais intuitivo (menos poluído), mostra as capinhas do disco, etc.

Em menos de dois anos após o TS PRO, a Native lançou o TRAKTOR SCRATCH DUO, que nada mais é que o mesmo kit, porém com uma placa menor (audio 4 dj), software compatível com dois decks e óbvio, menor preço que o Top TS PRO.

O SERATO SCRATCH LIVE saiu, como diria, na hora certa, dia certo e momento certo. Muitos Bugs do Final Scratch tiraram lhe a credibilidade. E mesmo após atualizar para 1,5 e o 2,0 (este último muito legal, mas firewire), não teve jeito. Nascia uma base sólida, confiável e que cairia no agrado até de quem jurava fidelidade eterna aos discos de vinyl.

O Serato, após 5 anos só fazendo atualizações de seu software (que só funciona com sua interface), apresentou o novo SL3, cuja interface já veio a 24bit/96Khz, com 3 entradas, USB 2.0 e a grande vantagem em se usar apenas dois cabos RCA. O Serato é ainda o simulador mais utilizado aqui no Brasil.

Preços diferentes ? Não, apenas mercados diferentes, bem diferentes…

No mundo todo, o TRAKTOR SCRATCH PRO é coisa de 100 dólares mais caro que o SERATO (valor médio). E no Brasil ?
Bem… Aqui no Brasil temos o mercado legal e “légau”, você sabe, logo, um serato, que com garantia no país, nota fiscal e via distribuição custa R$ 2.400,00 porém com o jeitinho brasileiro, e via mercado “légau”, esse sistema é vendido por aí na casa de R$ 1.500,00, outro fator que o fez ser mais popular. Menos de um ano que o TRAKTOR S PRO é vendido também no mercado “légau”, mas ainda assim é mais caro pelo volume que vende perante seu maior concorrente. Por já trabalharmos com Traktor na Loja Vip DJBAN desde o seu surgimento, o fator mercado “légau” foi decisivo para não vendermos Serato.

Bugs ?

Pode comprar o notebook mais top ou o último lançamento do pedaço e instalar qualquer um dos dois sistemas acima. Chega no Club e se depara com Toca Discos de cabos zuados, agulhas tortas, podres, etc. Ou CDJs com cabos que vem de graça no Kinder Ovo e: Bye bye! Tem sempre de ficar ligeiro porque você investiu, está no seu contrato o que você quer mas nem sempre levam em consideração isso… És Top, vira as costas e vai embora, mas se faz parte da maioria, dá lhe suor em dobro pra que role da melhor maneira. O SERATO tem reputação de estabilidade merecida pois é mais simples. O TRAKTOR SCRATCH, se usado por 5 DJs, será utilizado por cada um de maneira diferente, mas isso não tira sua estabilidade, prova de que é utilizado a mais “ferro-e-fogo” em sistemas mais complexos como 4 decks sem a necessidade de mixers especiais, que é o caso atual da RANE para oferecer o mesmo propósito.

Gambiarra a vista! “Posso comprar só a placa?”

SERATO: Você pode baixar o software agora no site do fabricante RANE e usar em cinco minutos, porém são sistemas amarrados ou seja, a “interface” do serato só funciona com o software dele e vice-versa, logo, é difícil achar somente a interface para comprar, mas claro, é possível…

TRAKTOR: Muitos compram somente a placa para “montar o sistema”. Então vamos lá: Placa OK, Time Code OK, Cabo RCA normal OK, Software… Software… Software… “óquei!” Leia-se OK como (é só comprar) e leia-se “óquei” como o jeitinho via downloads por aí. Não se justifica, claro, mas a Native poderia vender somente a atualização dos softwares em seu site, mas não! Vende o software TRAKTOR PRO (isso mesmo, não tem “scratch no meio”) ao qual você NÃO pode utilizar time code. Comprou uma Audio 4 DJ ou Audio 8 DJ e agora quer o software original ? Tem de comprar o KIT (Traktor Scratch Pro ou Duo) aqui no Brasil ou tentar se aventurar em comprar pelo site da Native Instruments.

Resposta ?

Excelente nos dois sistemas. Mas se ir um pouco mais a fundo, há uma pequena diferença na execução de movimentos lentos já que o TRAKTOR tem 2KHZ, contra 1KHz de frequencia do SERATO em seus registros de controle. Vamos ao vídeo !

Bem dito seja o TechTools, onde realmente (sem puxar o saco de um ou outro), destaca:

Para DJs de música eletrônica que querem ter acesso a múltiplas plataformas e de um sistema flexível de sincronização automática entre múltiplas plataformas, Traktor vai ser difícil de bater. Para a parte que usa apenas dois decks e DJs que querem simplicidade e facilidade de uso, então é Serato! No final das contas, não importa o que você usa para tocar música enquanto a pista de dança estiver balançando.

Finalizo: O melhor sistema é sempre aquele que podemos lapidá-lo, tirarmos todo o proveito e claro, saber o que está dizendo. Abrir a boca para dizer que “é melhor” sem saber o que está falando é o que mais temos no mercado “ou” dizer porque ouviu dizer… Um sistema pode ser inferior e mais usual do que um top cheio de coisas, mas até aí, esse inferior é melhor pra você, ponto final.

DJ profissional desde 1989, radialista e locutor, é fundador e diretor da DJ Ban – Electronic Music Center.

Compartilhe este post:



Pesquise no Blog:



Categorias do Blog



Conheça a Ban em um minuto